Tração de Canino

A impacção dentária e a erupção ectópica são situações clínicas que, embora não sejam muito prevalentes, quando presentes, representam um aspecto desfavoráve

Tração de Canino

Tração de Canino

l do ponto de vista estético e funcional.

Quais os fatores que levam à impacção do canino superior?
Principais fatores são a falta de espaço nas arcadas dentárias, hereditariedade, traumatismo, dilaceração (formato irregular da raiz), anquilose, fissura alveolar e agenesia de incisivos laterais.

Qual importância do diagnóstico precoce?
É de fundamental importância a realização do diagnóstico o mais precocemente possível, facilitando, assim, o tratamento.

A demora no diagnóstico pode resultar no desenvolvimento de alterações sistêmicas e problemas dentários, como: desvio da linha média, assimetrias das arcadas dentárias, diastemas, reabsorção de dentes permanentes e formações císticas.

Quais exames devem ser realizados para diagnosticar?
Para que a condução do tratamento seja feita de forma adequada e em época oportuna, é necessária uma boa anamnese, um minucioso exame clínico, exames radiográficos e análise de exames complementares como tomografia computadorizada.

Qual técnica tracionamento ortodôntico é a mais recomendada?
A escolha do tratamento ideal para essa alteração poderá ser desde um tratamento conservador, com a extração do dente decíduo (de leite), caso existir, respectivo ao local do dente impactado, como também por um tratamento mais complexo, pela utilização de tratamento ortocirúrgico em decorrência de uma época de atuação mais tardia.

A seleção entre um tratamento mais invasivo ou mais conservador deve ser baseada numa série de fatores, como: idade cronológica, grau de cooperação e receptividade ao tratamento, relação esquelética maxilomandibular, comprimento das arcadas dentárias, posição do dente impactado, suspeita de anquilose, posição e estágio de formação raiz dentaria, relação com os dentes vizinhos e presença ou ausência de espaço.

O que é efeito colateral ortodôntico ?
Geralmente ao tracionar um dente, o material de tração é apoiado em indiretamente ou diretamente em outros dentes, essa ação pode causar uma reação, chamada de efeito colateral no dente apoiado, gerando uma movimentação indesejada.

Qual a importância do controle dos efeitos colaterais?
De que adianta tracionar um dente incluso, porem deslocar, entortar o dente q foi apoiado?! Portanto ao realizar o tracionamento ortodôntico, um dos fatores que contribuem para o sucesso é o controle dos efeitos colaterais, é a escolha de um sistema de forças ideal para a movimentação ortodôntica, selecionada pelo ortodontista, que necessita de conhecimento biomecânico adequado, para a aplicação de um sistema ortodôntico com o mínimo possível de efeitos colaterais. Por outro lado, com este controle, os benefícios alcançados poderão tornar esses obstáculos um desafio gratificante pelos resultados obtidos, pois quando o diagnóstico é estabelecido precocemente, a possibilidade de resultados mais satisfatórios é aumentada.

Clique aqui e curta nossa página no Facebook!

 

SP Orto

Rua Arminda de Lima, 275 - Centro - Guarulhos - CEP: 07095-010

atendimento@sporto.com.br

(11) 2229-9491

de segunda a sexta das 09h às 19h30 | de sábado, das 09h às 16h

Copyright 2017 - Sp Orto Odontologia Especializada- Todos os Direitos Reservados